Notícias

Mais notícias

Eleição para o Parlamento Europeu 2024 encontra-se marcada para os dias 8 e 9 de junho de 2024.

O voto é exclusivamente presencial  e poderá ser exercido nos dias 8 ou 9 de junho, entre as 8:00 e as 19:00 horas, devendo apresentar um documento de identificação português.

Se se encontrar deslocado temporariamente na Austrália, poderá votar antecipadamente nos dias 28, 29 e 30 de maio, nas instalações deste Consulado Geral, entre as 9:00 e as 17:00, devendo apresentar um documento de identificação português.

Para mais informações, por favor consulte:

 https://www.cne.pt/content/perguntas-frequentes-tema-eleicao-0?el=6 

https://elections.europa.eu/

Portugal - Como votar (europa.eu)

‪#‎usaoteuvoto‬

Na eleição para a Assembleia da República, os cidadãos portugueses recenseados no estrangeiro que não tenham optado por votar presencialmente exercem o seu direito de voto por via postal.

A Administração eleitoral remete a documentação necessária para votar para a morada constante no recenseamento eleitoral.

Foi disponibilizada a possibilidade de, através do seu nº de identificação civil e a sua data de nascimento,  acompanhar o percurso da carta com o seu boletim de voto remetido pela Administração Eleitoral. 

​Consulte aqui.

A Administração Eleitoral da Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna disponibiliza um vídeo demonstrativo de como proceder à votação.

Assista a​qui ao vídeo!

Com a obra Memória de Simeão Boa Morte e Outros Contos Poéticos, o lusodescendente Lourenço Cazarré conquistou a 5.ª edição do Prémio Imprensa Nacional/Ferreira de Castro, promovido pela Imprensa Nacional-Casa da Moeda (INCM), em parceria com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, e dirigido a lusodescendentes e a portugueses a residir no estrangeiro.

O júri do Prémio, composto por Luís Filipe Castro Mendes (presidente), Martina Matozzi e Paula Mendes, justifica a distinção do trabalho assinado por Cazarré «pela criatividade e capacidade de invenção dos seus contos, que estabelecem diálogos singulares com grandes obras da literatura de língua portuguesa, de modo sempre poético, mas também irreverente».

Neto de portugueses naturais de Cinfães, Paulo Cazarré nasceu, em 1953, no Estado brasileiro do Rio Grande do Sul, é jornalista e autor de mais de 40 livros, entre coletâneas de contos (Enfeitiçados Todos Nós, A Arte Excêntrica dos GoleirosExercícios Espirituais para Insônia e Incerteza e Noturnos do Amor e da Morte)romances (A Longa Migração do Temível Tubarão Branco, Kzar Alexander, o Louco de Pelotas e O Soldado amarelo) e novelas juvenis (A Guerra do LancheNadando contra a MorteA Fabulosa Morte do Professor de Português e Amor e Guerra em Canudos).

O Prémio Imprensa Nacional/Ferreira de Castro, além de homenagear a figura incontornável e exemplar de Ferreira de Castro, pretende reforçar os vínculos de pertença à língua e cultura portuguesas, estimular a participação de portugueses residentes no estrangeiro e lusodescendentes, prestando, assim, às comunidades portuguesas dispersas pelo mundo o justo reconhecimento pelas atividades que desenvolvem nos seus países de acolhimento.

Além do valor pecuniário, o Prémio Imprensa Nacional/Ferreira de Castro contempla ainda a publicação da obra vencedora pela Imprensa Nacional, a chancela editorial da INCM.

Fonte: Prémio Imprensa Nacional/ Ferreira de Castro 2023 - Notícias - Portal das Comunidades Portuguesas (mne.gov.pt)

Os cidadãos portugueses de ambos os sexos, nascidos no ano de 2005, residentes no estrangeiro com carácter permanente há mais de 6 meses, ou que tenham ali nascido e aí permaneçam devem comunicar ao Balcão Único da Defesa, através da via disponibilizada para o efeito em https://bud.gov.pt/ddn/convocacao/estrangeiro.html têm de optar por uma da seguintes opções:

  • Solicitar a marcação de dia para cumprimento do dever militar de comparência ao DDN.
  • Requerer a dispensa de comparência ao DDN caso resida legalmente no estrangeiro com carácter permanente e contínuo, há mais de seis meses.

Os jovens convocados que desejem requerer a dispensa de comparência ao DDN deverão preencher o Requerimento de Dispensa disponível em https://bud.gov.pt/ddn/dispensa/requerer.html e enviá-lo, até 10 dias úteis antes da data marcada para a sua comparência ao DDN, para o e-mail ddn@defesa.pt (colocando em assunto «DISPENSA»), anexando os documentos:

  • Cópia/Digitalização do Cartão de Cidadão ou Bilhete de Identidade;
  • Documento/Digitalização do comprovativo do motivo da dispensa.
  • Documento comprovativo de morada no estrangeiro, emitido pelo posto consular da área de residência ou por órgão da administração pública, polícia, estabelecimento de ensino ou empresa da sua área de residência (p. ex. declarações de matrícula emitidas por estabelecimentos de ensino locais, declarações emitidas por entidades policiais que comprovem que o cidadão é residente no estrangeiro, contrato de Trabalho com prazo igual ou superior a 6 meses ou declarações emitidas pela entidade empregadora, declarações emitidas por outras entidades locais que possam comprovar a residência do cidadão no estrangeiro que o habilite a requerer a dispensa de comparência no DDN).

Se o jovem pretender a dispensa do Dia da Defesa Nacional e à data da afixação dos Editais no Estrangeiro tiver a morada legal no país onde reside, basta enviar o requerimento de dispensa.

Poderá consular os editais de convocação AQUI

Efetuar Agendamento Online

agendamentoonline 1

 

Submeter Pedido de Visto Schengen

vistosonline 1

Contactos

Suite 1501 Level 15
55 Clarence St
Sydney NSW 2000

+(612) 92 62 21 99
consulado.sidney@mne.pt
Facebook 

Mais informação

Ligações úteis

Logotipo Portal das Comunidades Portuguesas

Logotipo Carreiras Internacionais

Logotipo Turismo de Portugal

Logotipo AICEP - Portugal Global

Logotipo Portugal Economy Probe

Logotipo Camões - Instituto da Cooperação e da Língua

Logotipo Instituto Diplomático